ZECA BALA (45 pts)

MUZAK (45 pts)

DEN IVANOV (260 pts)

MAURO ROCHA TAVARES (40 pts)

PANDOGO (82 pts)

AUTOR DESCONHECIDO (100 pts)

NETO LEAL (116 pts)

PEDRO CLAUDIO (50 pts)

EDUARDO WALMOTT (226 pts)

RICARDO TAKAHASHI (180 pts)

JONAS GALVEZ (521 pts)

ILVA RUDEV (90 pts)
Treinamento PontoFlash de Flash e ActionScript

Quero desabilitar os botões do _level0 (nível zero).

Flash 5 ou Flash 4?

Comentários do o script do “desenho livre” (sources/actionscript)?

Como faço para registrar um desenho-logo?

Eu queria que no mouse over aparecesse um texto acompanhando o mouse.

É possível um movieclip carregado via attachMovie ser mascarado por objeto no palco?

Como funciona a máscara dinâmica do FlashMX?

Como abrir uma janela pop-up tamanho fullscreen?

EasyPreloader utilizando os recursos do FLEM.

Quero um movieclip subindo dinamicamente e que pare no mouse over.

Para arrastar um objeto ainda é melhor usar DragMovieclip com 'updateAfterEvent()'?

Tenho tido problemas em puxar dados de XML para dentro do Flash 5.

Como eu faço um botão igual a do site http://www.ferryhalim.com/orisinal?

Como duplicar um movieclip em três posições diferentes determinadas?
Desenhando no Flash.

Controlando MovieClip pelas teclas direcionais.

Local Shared Objects primeira parte.

Controle de MovieClip via Microphone.get();

Flash MX 2004 - semelhanças com o modelo NET?

GuestBook usando integração Flash e PHP.

Plugins variados para seu trabalho em design

Configurando texto via actionscript.

3D Wireframe.

Como usar o Flash com o FrontPage?

Salvando alterações feitas no layout (shared Objects).

3D Wireframe - segunda parte
Click determiner

TV static

Cursor customizado relativo

Particles

Tabela periodica

Mouseline

Digitalclock

Coordinate cube

Raio_x

Mouse Position

Marquee

Slide menu fotos
HOME | TRUQUES E DICAS
Porque imagens TIFF têm melhor qualidade do que as imagens em .JPG (3).
por Américo Neto

JPG é tipo de arquivo comprimido com perda. É obvio que se vc vai manipular muito a imagem, use outro tipo de arquivo que não o JPG. Já utilizei (por força de necessidade) JPG em impressos, e consegui resultados muito bons. Não dá para afirmar que os pixels retirados de uma imagem serão com certeza visíveis. Cada imagem é um caso muito específico.

O formato TIF é anterior a criação do JPG (ele não foi criado para ser editado quantas vezes quisermos, e sim para atender as necessidades da Aldus e seus programas, só depois passou a ser um arquivo universal).

Matiz, saturação e brilho não são propriedades apenas da cor no monitor, são aplicadas à tinta, luz, etc. Na faculdade passei pela experiência de montar uma tabela de cores (com tinta acrílica), variando a saturação dos matizes até chegar a uma escala uniforme de mais de duzentas cores. Ao citar este sistema, me referia ao modo como é gerado um JPG (que é o que interessa no momento): o JPG descarta matizes e não os componentes cinzas da imagem, por isso o arquivo diminui de tamanho. Pouco importa se o RBG do LUV é dividido pelo nível 100 do X,Y,Z elevado ao CIELUV. :)

Américo Neto


0 comentário